top of page

Coincidência Divina?

Ao longo da minha vida, tenho conhecido Deus como um Ser Supremo, Pai amoroso e Amigo leal. Ele é tudo para mim. Porém, em agosto deste ano fiquei desanimado e senti que faltava algo. Lutei para identificar o que era. Por fim, a resposta me ocorreu: meu vazio era porque eu não estava transmitindo aos outros o que aprendia sobre Deus. Mas como isso poderia ser? Eu dava aula na escola dominical, cantando, jejuando, orando e fazendo de tudo para agradar a Deus. Ainda assim, eu queria desistir - isso fazia alguma diferença? Porém, quando eu menos esperava, Deus atendeu minha oração.

Meu pastor me convidou para participar de um treinamento de contação de histórias bíblicas que os missionários da Frontline Missions estavam conduzindo em minha cidade natal, Santa Marta, Colômbia. No primeiro dia da conferência, eu estava bastante curioso. Seu método de ensino parecia estranho no início. Como um jovem líder em minha igreja, estou bastante familiarizado com diferentes métodos para ensinar a Palavra de Deus, mas nunca pensei que poderia ser compartilhado em forma de história. Fomos ensinados como se fôssemos aprendizes totalmente orais, termo que se refere a quem aprende falando e ouvindo; Logo percebi a eficácia desse método. As pessoas nos tempos bíblicos compartilhavam a Palavra de Deus oralmente porque a Escritura não havia sido escrita e poucas pessoas sabiam ler e escrever. Os missionários nos ensinaram a contar histórias da Bíblia para que qualquer pessoa pudesse compreender a essência da história, independentemente de sua condição social ou origem.


Enquanto observo o progresso da classe, vi como pastores, ministros e outros membros da igreja lutaram para mudar do modo de pregação para o modo de contar histórias. Eles ficavam nervosos, esqueciam suas falas e até gaguejavam durante as atividades em sala de aula. Sem dúvida, foi um conceito novo para nós; no entanto, despertou a criatividade dos participantes. Algumas pessoas compartilharam suas histórias designadas com dramas, desenhos e até canções de rap. Eu me diverti muito.


Muitas vezes, os cristãos podem trancar Jesus dentro das quatro paredes da igreja e esquecer a essência do Evangelho, que é alcançar aqueles que precisam profundamente de Deus e compartilhar com eles as boas novas. Como homens e mulheres de Deus, frequentemente limitamos nossos ensinamentos a sermões. A pregação é uma ferramenta útil; infunde força ao povo de Deus e ensina-o a viver em santidade e a buscar a Sua presença. No entanto, se restringirmos nossa caminhada cristã a apenas ouvir sermões na igreja, quando mostraremos o Jesus que ama e tem compaixão pelos perdidos? Quando mostraremos o Jesus que cura? Quando veremos e faremos as “coisas maiores”, como Jesus prometeu que faríamos?

Agradeço a Deus por me permitir aprender com as Missões da Linha de Frente. Desde o treinamento tenho compartilhado histórias da Bíblia com meus alunos da escola dominical e onde quer que eu vá, tento praticar o que aprendi. Agora posso usar essas histórias para dar esperança aos desesperados e investir em uma geração que caminhará em liberdade e transformará seu entorno.

Comments


bottom of page